Raimundo Santos ganha apoio de Martinho Carmona para votação imediata do novo Regimento Interno

Manifestação em sessão plenária teve resposta positiva do presidente da Alepa, Dr. Daniel Santos

O deputado Raimundo Santos (Patriota) recebeu mais um aval de peso para a votação do novo Regimento Interno (RI) da Assembleia Legislativa (Alepa) que ele elaborou ao longo de sete anos após meticulosas pesquisas. Parlamentar dos mais experientes e longevos da Alepa, Martinho Carmona (MDB) tem feito seguidas manifestações para o novo RI, que tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), ser levado o mais breve possível a plenário para aprovação.

Nessa quarta-feira (durante a sessão mista (presencial e on-line), ele dirigiu-se ao presidente da Alepa, Dr. Daniel Santos (MDB), solicitando a autorização para o documento ser logo avaliado e aprovado, beneficiando a dinâmica funcional do Parlamento, viabilizando mais produtividade, além de maior interação e participação popular. “Queria que marcasse a sua gestão com esse feito, que é de suma importância”, apelou Carmona.

“O deputado Raimundo Santos teve um trabalho muito grande na preparação do novo Regimento Interno. Esse regimento, evidentemente, traz algumas novidades, vamos ter que nos adaptar, nos adequar, mas Vossa Excelência deixaria um legado com o novo regimento aprovado”, declarou ao chefe do Parlamento.
Na sua opinião, o novo RI, que pode ser aperfeiçoado por qualquer deputado, serve de modelo para “inspirar outros parlamentos” em razão de apresentar “o que há de mais moderno e contemporâneo com relação ao ‘modus operandi’ de um legislador”. Martinho Carmona disse ao presidente que colocar em pauta o projeto é primeiramente “um gesto de gratidão a Raimundo Santos pela obra que entregou ao Parlamento”.

CONFIANÇA
Ele também pediu ao líder do Patriota na Alepa que não deixe a Comissão de Redação, que tem caráter permanente.  “Quero fazer um apelo ao deputado Raimundo Santos: não saia da direção da Comissão de Redação. Vossa Excelência é muito zeloso, e a sua permanência sempre dá à presidência [da Alepa] uma tranquilidade”, afirmou ele, que ocupa a vice-presidência da própria comissão.

“Com seu crivo, pode muito bem corrigir o que for preciso, necessário. Fica aqui um apelo ao deputado Raimundo Santos, que se mantenha na presidência na Comissão de Redação, sendo reconduzido para o próximo biênio. Ele já teria o meu voto, com toda a certeza. E creio que a Casa também tem que ter esse cuidado, essa cautela, de colocar alguém na Comissão de Redação que possa oferecer para o Executivo um projeto bem elaborado, corrigido com todas as questões da técnica legislativa e fiel ao plenário, àquilo que foi aprovado”, destacou.