Informativo

Os números da mineração no Pará

Uma comitiva liderada pelo presidente da Frente Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável da Mineração no Pará, deputado Raimundo Santos(PEN), e o presidente do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará,  José Fernando Gomes Jr., fará visitas técnicas a empreendimentos localizados em Parauapebas, Canaã dos Carajás, Tucumã, Curionópolis e Marabá, a partir de hoje à tarde. O ex-ministro da Fazenda, Paulo Haddad, acompanhará a programação em Parauapebas.

Na oportunidade, serão distribuídos exemplares do Anuário Mineral 2013. Com o tema “Minérios da nossa terra, riquezas para a nossa gente”, a publicação apresenta uma radiografia completa da mineração paraense, apresentando ao público o desempenho do setor na balança comercial, saldo das exportações, geração de empregos, projetos de responsabilidade social, ações de sustentabilidade e futuros empreendimentos no Pará. O “Anuarinho”, versão para o público infantil, contém ilustrações, caça-palavras, passatempo, jogos de erros e outras ferramentas lúdicas para transmitir, de forma didática e divertida, informações sobre mineração.
De acordo com Simineral, dos US$ 14,7 bilhões em exportações totais do Estado em 2012, as indústrias de mineração e transformação mineral responderam por 89%, ou seja, US$ 13,1 bilhões. O segmento líder foi o da indústria de mineração, com US$ 10,515 bilhões. O minério de ferro foi o carro-chefe da produção e exportação mineral paraense, representando 67% do total de bens exportados pela cadeia produtiva mineral. China, Japão e Coréia do Sul foram os três maiores mercados compradores de bens minerais produzidos no Pará. As exportações para a China representaram 37% das exportações totais.
Conforme dados do sindicato, a arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) aumentou 13%, em 2012, no Pará. Parauapebas, Canaã dos Carajás e Paragominas foram os municípios que mais receberam royalties provenientes da indústria de mineração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo